Blog

Permuta de Terreno com Unidades a Construir – Procedimento e Tributação

É muito comum na atividade imobiliária a prática da permuta de terreno com unidades imobiliárias a construir, podendo haver a permuta com pagamento de parte em dinheiro denominada “permuta com torna”.

Na permuta as partes se obrigam a dar uma coisa por outra que não seja dinheiro, não importando no negócio jurídico valores desiguais, mesmo que na permuta possa haver a torna.

A diferença entre a permuta e a compra e venda é que nesta última está presente a contraprestação em dinheiro, a compra e venda e a permuta são similares. O contrato de troca estabelece a relação jurídica existente entre contratantes que têm por objetivo substituir a propriedade de um bem por outro bem.

Em se tratando de permuta de terreno em unidades a construir a transferência da propriedade ocorrerá com a existência do bem, portanto só poderá ocorrer após a construção, situação que no caso de Incorporação Imobiliária o negócio se fará por Instrumento Particular de Promessa de Permuta nos termos da Lei 4.591 de 1964, podendo ser levado a registro no Registro de Imóvel competente.

A Receita Federal pela Instrução Normativa no. 107/98 assim determina “Para fins desta Instrução Normativa, considera-se permuta toda e qualquer operação que tenha por objeto a troca de uma ou mais unidades imobiliárias por outra ou outras unidades, ainda que ocorra, por parte de um dos contratantes, o pagamento de parcela complementar em dinheiro, aqui denominada “torna””.

DAÇÃO EM PAGAMENTO

A dação em pagamento é modalidade de extinção de obrigação, portanto deverá ser prescindida de uma obrigação pecuniária, motivo pelo qual deverá haver uma compra e venda com confissão de dívida e posterior dação em pagamento.

No setor imobiliário a dação em pagamento de unidades imobiliárias vem sendo praticado com mais frequência quando há financiamento bancário ou outros negócios onde se exige a transferência da propriedade do terreno objeto de instrumento particular de promessa de permuta em unidades a construir.

Neste caso o procedimento é o seguinte:

  1. Escritura pública de compra e venda do terreno com a quitação por nota promissória pró-soluto ou pró-solvendo, sendo que para financiamento a exigência é do primeiro caso.
  2. No mesmo ato escritura pública de promessa de dação em pagamento e garantia da entrega das unidades a construir com a possibilidade de adjudicação compulsória.

Permuta de terreno com unidade imobiliária a construir

A permuta de bens imóveis se aplica a qualquer tipo, casas, terrenos, apartamentos e também com imóveis em construção ou a construir. Por exemplo, se uma determinada pessoa possui um terreno e outra pessoa tem interesse nesse terreno para construção de um prédio, ao invés de pagar pelo mesmo em dinheiro, poderá pagar em unidades prontas.

 

Martelene Carvalhaes

Icone Newsletter

Receba informações

Sobre nossos Cursos

Saiba mais sobre consultoria em construção civil